Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Noticias > Pesquisa de professor da UFCG sobre a educação física e esportes eletrônicos é publicada em livro nos EUA
Início do conteúdo da página
Notícias

Pesquisa de professor da UFCG sobre a educação física e esportes eletrônicos é publicada em livro nos EUA

  • Publicado: Quinta, 11 de Julho de 2019, 16h43
imagem sem descrição.

Uma pesquisa do professor do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da UFCG, Bruno Medeiros Roldão de Araújo, foi publicada em formato de capítulo no livro "New Studies on Video Games and Health", edição internacional do professor Anthony Thomas. “A Virtualização Corporal e Esportiva nos Videogames: A Educação Física e os E-Sports em Foco” é o título do trabalho, derivado da tese de doutorado do professor Bruno Roldão.

De acordo com o professor, a pesquisa teve por objetivo identificar e analisar de que modo os processos tecnocientíficos de virtualização corpórea, vinculados aos jogos eletrônicos, vêm interferindo na constituição dos corpos e quais implicações para a cultura corporal de movimento e a Educação Física.

“Destaca-se que a virtualização corporal e esportiva midiática é marcada pela reprodução espetacularizada do corpo e do gesto esportivo, conduzindo ao entendimento de uma constituição corporal subjetiva, permeada pelas interfaces tecnológicas ao qual o corpo está imerso”, destaca o professor em seu texto

“Sendo o corpo humano passível de diversas interpretações e análises, e considerando que este pode e deve ser o objeto de estudo da Educação Física, este estudo o toma por base, nas teorias de constituição sociocultural deste corpo, o qual, até mesmo o biológico/fisiológico pode ser determinado pelo meio cultural no qual esteja inserido”, explica.

“Trazendo a teoria do corpo, das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), jogos eletrônicos e demais atividades de tela para a compreensão na Ciência do Esporte/Educação Física, discute-se a influência das vivências virtuais para a constituição da cultura corporal de movimento e entendimento dos processos de subjetivação e constituição/reprodução de papeis que os corpos devem trazer traduzidos em sua cultura e entendimento do vivido, de sua motricidade. O cenário se deslumbra a partir daí, mostrando que há um campo ainda pouco explorado e considerado para a Educação Física, no qual, o corpo é tão somente ou tão quanto, uma imagem espelhada das vivências que se tem na vida cotidiana, seja real/atual ou em potência ou ato do virtual”, completa Bruno Roldão.

O livro "New Studies on Video Games and Health" foi publicado pela editora Nova Science Publishers, Inc. de Nova Yorque neste ano de 2019. A obra é dividida em três partes, sendo a terceira sob a responsabilidade do professor Bruno. O título do capítulo é: "Bodily and Sportive Virtualization in Video Games: Physical Education and e-Sports in Focus".

(Rosenato Barreto – Assimp CDSA/UFCG)

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página